WEST 1

Intercâmbio

  • Nossos Destinos
  • Austrália
  • Canadá
  • Irlanda
  • Nova Zelândia
  • Sobre nós
  • Blog
  • Nossos Serviços
  • Sobre a WEST 1
  • Social Media links
  • West 1 TV
  • Escolas e Cursos
  • Agências
  • Fale Conosco
  • Intercâmbio em Bray Irlanda

    BRAY

    Snapshot

    Overview

    População

    32.600 (2016)

    Área

    7,55 km²

    Fuso Horário

    Entre 2 a 4 horas à frente do horário de Brasília/Brasil, dependendo da época do ano. ** E no Horário de Verão? O horário de verão na Irlanda vai do último domingo de março até o último domingo de outubro. No final de outubro o Brasil entra em horário de verão, adiantando os relógios brasileiros em 1 hora, portanto a diferença diminui para 3 horas. Como em boa parte desse período (março a outubro) o Brasil está em seu horário tradicional, durante a maior parte do ano a diferença entre Brasil-Irlanda é de 4 horas. Em contrapartida, quando o horário de verão está em vigor somente no Brasil, a diferença cai para apenas 2 horas.

    Código Telefônico

    +353

    Localização (Região)

    Bray está situada na foz do Rio Dargle, ao norte do condado (como se fosse uma “cidade”) de Wicklow, na linha divisória com o condado de Dublin. Tanto o condado de Wicklow quanto o de Dublin pertencem à província (como se fosse um Estado) de Leinster. Bray faz parte da área metropolitana de Dublin.

    Data de fundação

    1598

    Temperatura média

    Mínima média anual: 6 graus - Máxima média anual: 16 graus.A temperatura, em geral, dificilmente passa dos 20ºC, inclusive no verão. Ainda assim, há sempre uma brisa que deixa o clima muito agradável durante essa época do ano. Já entre dezembro a março, as temperaturas ficam, me média, entre -2ºC e 6ºC. Mas como todos os ambientes internos possuem sistema de aquecimento, somente na rua que você sentirá os efeitos das baixas temperaturas. Durante o verão, o sol nasce às 5h da manhã e se põe apenas depois das 21h, o que aumenta –e muito- as chances de uma atividade a céu aberto. No inverno, em contrapartida, o sol nasce perto das 9 horas da manhã e se põe antes das 17 horas, sempre lembrando que o sol, durante o inverno, não costuma aparecer com muita força na Irlanda.

    Climate

    O clima da cidade é bastante ameno e úmido, já que a clássica garoa irlandesa dá o ar da graça por aqui em muitos dias do ano. As temperaturas podem chegar aos -2ºC no inverno e as máximas dificilmente passam dos 20ºC no verão. Além disso, na Irlanda, em geral, você poderá sentir todas as estações do ano em apenas um dia. Por isso esteja sempre preparado com um casaco e guarda-chuva.

    Lifestyle

    A apenas 30 minutos de ônibus de Dublin, Bray mantém o charme e discrição de uma cidade pacata e interiorana, onde é possível fazer quase tudo a pé.

    History

    Até o século XVIII, Bray era apenas uma pequena vila de pescadores, para, então, se transformar em ponto de refúgio da classe média, farta do congestionamento da vida urbana de Dublin.

    A cidade vivenciou um segundo momento de boom econômico e social quando a primeira linha ferroviária da Irlanda foi instalada por volta de 1800. A partir do momento em que a cidade foi conectada a Dublin em 1855, a cidade cresceu ainda mais, se tornando o principal balneário na costa leste da Irlanda.

    Public Transport

    Partir da praia para outras cidades ao redor fica fácil em Bray porque o sistema de transporte por lá é eficiente e dinâmico. Bray tem uma linha de trem (DART Irish Rail) para chamar de sua, com possibilidades de trajetos que perduram até a madrugada.
    Como estudante, a West 1 recomenda que você adquira o Student Lead Card para ter descontos nas tarifas, além de baixar os aplicativos dos serviços de transporte. Assim você fica conectado e recebe a orientação devida sobre o trajeto correto a percorrer.

    Estude e trabalhe
    em BRAY

    Bray está localizada na foz do rio Dargle, ao norte do condado de Wicklow. A região fica muito próxima a Dublin, tanto que ambas pertencem à província de Leinster. Trata-se de uma das 140 praias da Irlanda, mas com o visual bem diferente do que estamos acostumados no Brasil. Isso porque a faixa que normalmente seria preenchida de areia é coberta por pedras. Não à toa, os turistas se misturam aos irlandeses disputando os gramados em dias de sol. Em 2018, Bray foi premiada com o Blue Flag Awards, que atesta a qualidade da água e suas instalações, com uma orla preenchida por bares e restaurantes de altíssimo nível e circundada por uma pista de corrida.

    Mas é lá do alto da montanha Bray Head, com seus mais de 240 metros, que se pode contemplar a melhor vista da cidade, que, além do mar, abriga uma imensa área verde e dispõem de passeios ecológicos e culturais. A partir da Bray Head, você pode percorrer a Bray Head Cliff Walk, uma trilha moderada até a praia vizinha Greystones.

    Se você for do time dos que curtem esportes radicais, poderá alcançar a cruz, símbolo cravado no topo da Bray Head, por meio de uma trilha irregular e íngreme, em meio à mata natural. Há outra rota mais fácil de seguir caminhando, que permeia o clube de golfe local. A linha férrea que liga Dublin-Wicklow transita ao longo da costa, viajando a poucos metros das falésias, para os que preferirem checar a paisagem sem esforço físico.

    Você sabia?

    • 'Cheers'

      A expressão “Cheers” não apenas precede os brindes, mas também pode ser usada para agradecer, para cumprimentar etc.
    • 'Cartões'

      Em datas comemorativas os irlandeses adoram trocar cartões decorados. As mensagens recebidas são consideradas mais importantes do que o próprio presente.
    • 'Saint Patrick'

      A Irlanda é um dos poucos lugares do mundo que não possuem cobras nativas por conta da Era Glacial, já que o frio teria tornado a ilha inóspita para répteis. Mas os irlandeses atribuem a curiosidade à destreza de seu padroeiro, Saint Patrick, ao perseguir e matar todas as cobras num ato heroico de proteção à ilha.

    Saiba tudo sobre intercâmbio em BRAY

    Descubra porque estudar em Brisbane com a WEST 1

    FAQ

    • 1) Por que estudar e Bray

      Apesar de pertencer à região metropolitana de Dublin, Bray tem características de cidade pequena de interior, com os estabelecimentos comerciais bem localizados no centro, ao alcance de uma pequena caminhada. Diferentemente do que ocorre na capital, dificilmente você vai esbarrar com muitos brasileiros, o que é um ponto muito positivo para uma verdadeira imersão não apenas na língua, mas também na cultura irlandesa. Sem contar que quando der vontade de badalar na capital, a distância será apenas de 40 minutos de trem, com opções disponíveis até durante a madrugada.
    • 3) Sobre Bray

      Pertencente à área metropolitana de Dublin, Bray está situada na foz do Rio Dargle, ao norte do condado de Wicklow. Trata-se de uma das 140 praias da Irlanda, mas que é bem diferente das nossas. Isso porque a faixa que normalmente seria preenchida de areia é coberta por pedras. Não à toa, os turistas se misturam aos irlandeses disputando os gramados em dias de sol. Em 2018, Bray foi premiada com o Blue Flag Awards, que atesta a qualidade da água e suas instalações: banheiros públicos, pista de corrida e diversos bons restaurantes ao redor. Optar por Bray como morada irlandesa é aliar o bem-estar e qualidade de uma vida interiorana com a possibilidade de recorrer à cidade grande quando quiser. Apenas 40 minutos separam Bray de Dublin de trem. Sem contar que as cidades menores parecem intensificar a experiência do intercâmbio, à medida que aproxima o estudante da cultura local.  
    • 4) Acomodação em Bray

      Uma dica importante quando se trata de escolher o local para morar é priorizar regiões próximas à sua escola ou que ofereçam alternativas de transporte público para facilitar deslocamentos. Confira algumas sugestões West 1, de acordo com a duração da viagem:

      Curto prazo

      Hostels Backpackers (Albergues)

      Os hostels são boas opções para quem deseja economizar com acomodação. Os quartos em geral são coletivos, mas também há de casais e individuais. Preferidos dos viajantes jovens, os ambientes são bem descontraídos, de muita socialização e, com isso, muito procurados nas altas temporadas.

      Lodges

      São espécies de pousadas que oferecem quartos individuais, de casais e coletivos. O ambiente é menos agitado e mais privado do que os hostels, os preços são um pouco mais caros, mas ainda mais em conta do que os hotéis.

      Longo prazo

      Homestay (casa de família)

      A WEST 1 recomenda que, pelo menos nas primeiras semanas, o estudante se hospede em uma homestay, que são casas de famílias australianas ou de imigrantes que já estão há muitos anos no país. É lá que o estudante começa a ter contato com a cultura australiana, exercita o que aprende na escola, conhece a cidade e tira dúvidas. Para participar deste tipo de programa, as famílias são credenciadas pelo governo australiano, o que garante total segurança para o estudante.

      Share accommodation

      Após o período da homestay, o estudante já está mais familiarizado com a escola e a cidade. Sentindo-se mais independente, o passo seguinte é dividir um apartamento ou um quarto com outros estudantes, muitos deles de nacionalidades diferentes, o que é uma experiência muito bacana, além de ser ótimo para aprimorar o idioma. O aluguel, na maioria das vezes, é pago semanalmente, e antes de se mudar é preciso depositar o famoso “bond”, que nada mais é do que um adiantamento que varia de duas a quatro semanas do aluguel.
    • 5) Trabalho em Bray

      Muitos intercambistas optam pela Irlanda pela possibilidade de conciliar estudo com o trabalho regulamentado. As oportunidades, em sua maioria, se concentram em restaurantes, empresas de cleanning, au-pair ou em pubs. Mas a vantagem de estar próximo à Dublin, com ótimas opções de transporte, facilita, pois, o estudante que mora em Bray pode se candidatar às vagas de sua região ou avançar para a capital.
    • 6) Atrações em Bray

      Do alto da Bray Head, com seus mais de 240 metros, você pode contemplar a melhor vista da cidade e perceber que Bray não apenas é uma cidade praiana, como também abriga uma imensa área verde e dispõem de trilhas passeios ecológicos e culturais. Você pode alcançar a cruz, símbolo cravado no topo da Bray Head, por meio de uma trilha irregular e íngreme, em meio à mata natural. Há outra rota mais fácil de seguir caminhando, que permeia o clube de golfe local. A linha férrea que liga Dublin-Wicklow transita ao longo da costa, viajando a poucos metros das falésias para os que preferirem conferir a paisagem sem se exercitar. Assim como ocorre com diversas regiões da Irlanda, Bray também é bastante comprometida com a disseminação cultural. Desde 2002, o Mairmaids Centre movimenta o entretenimento da cidade funcionando como sede referência da região para eventos artísticos com apresentações de dança, teatro e música. Eleito o terceiro jardim mais bonito do mundo pela National Geographic, o Powerscourt Garden é exuberante, além de ser um ponto turístico de relevância histórica - já que os jardins embelezam a Killruddery House, que data do século XVIII e foi morada de dezesseis gerações da família tradicional irlandeza Brabazon. Outra parada obrigatória está a apenas 10 minutos a pé da estação de trem de Bray. O National Sea Life Centre apresenta cerca de 70 espécies marinhas e de água doce, muitas delas ferozes e raras, como a piranha de barriga vermelha. A visita culmina em uma deslumbrante lagoa tropical de tubarões para fechar com chave de ouro. Além de promover entretenimento para turistas do mundo todo, a empresa também tem uma atuação muito forte em responsabilidade social, por meio de sua instituição de caridade. Em 2017, o Sea Life Trust arrecadou mais de £ 300.000 em todo o mundo para apoiar os projetos e organizações parceiras, protegendo tubarões, raias, tartarugas, baleias, golfinhos, cavalos marinhos, lontras, pinguins entre outras criaturas marinhas.

    Mapa de BRAY